Terça-feira, 17 Julho, 2018
Português (Portugal)English (United Kingdom)
Login de Entidades
   
Texto

Conhece a InoCrowd, empresa na Incubadora Taguspark?

Notícias - Notícias Gerais

Logotipo_InoCrowdA InoCrowd é a única empresa de inovação aberta em Portugal que tem por objetivo facilitar a ligação entre Entidades do Sistema Científico Mundial e Empresas/Organizações que necessitam de inovar,  www.inocrowd.com.pt, acelerando todos os processos de inovação na sua organização.

Possui soluções inovadoras com uma taxa de sucesso superior a 95%, num período de 4 a 6 semanas, para além de alcançarem mais de 500.000.000 pessoas em todo o mundo.

 As parcerias de inovação aberta da InoCrowd incluem as mais conceituadas universidades americanas e europeias, todas as universidades portuguesas e também agências de renome como a NASA.

A grande maioria dos seus clientes são médias e grandes empresas, localizadas em Portugal, que tem um problema por resolver e que a procuram pelo facto de fazerem a ponte entre estas empresas e os especialistas com experiência extraordinária, tanto académico e profissional, nas mais variadas áreas. É interessante perceber que a maioria destas soluções estão guardadas numa gaveta, e que vão de encontro com as necessidades das empresas que não conseguem resolver os seus problemas durante anos.

Relativamente aos solucionadores (Solvers), estes estão presentes em todos os continentes, em países como, por exemplo, Malásia, Irão, Brasil, Reino Unido, Espanha, França, Estados Unidos e Portugal.

Este conceito inovador da InoCrowd continua a despertar enorme interesse e a receber importantes distinções: Prémio de Inovação de Negócios do Movimento Milénio, Concurso de Ideias e Negócios de Cascais, StartUp Chile, Tech Media e Eban Share Deals, Wolves Summit 2015Global Startup Award “most likely to succeed” da Hewlett-Packard.

 Saiba mais aqui:www.inocrowd.com.pt e conheça o seguinte caso de sucesso da ANA Aeroportos.

A ANA Aeroportos recorreu à InoCrowd com o intuito de resolver o problema das falhas de captação do sinal de GPS, o que dificultava a localização das aeronaves que se encontravam em zonas cobertas no aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto.

Apesar de não ser considerado um problema perigoso, levava a que a ANA aeroportos tivesse de pagar indemnizações às companhias áreas que atrasavam os voos, para além de que a imagem da ANA Aeroportos que estava a ser posta em causa.

Em abril, o desafio foi lançado na plataforma InoCrowd e foram apresentadas 25 soluções, sendo três internacionais. O projecto vencedor foi o do grupo de Investigação de Sistemas de Rádio do Instituto de Telecomunicações, gerido pelos professores António Rodrigues, Francisco Cercas, José Sanguino e Pedro Sebastião, docentes do IST e do ISCTE-IUL.

Nas palavras do Professor Pedro Sebastião, um dos investigadores responsáveis pela solução, «a InoCrowd é simples e bastante amigável na sua utilização, de difusão internacional, onde especialistas académicos e industriais podem apresentar as suas soluções. Por outro lado, também pode ser interessante alguns solvers se poderem associar para obter uma solução mais eficaz na resolução do desafio colocado por uma empresa. Julgamos ser uma iniciativa muito interessante e que pode reunir os melhores especialistas mundiais para apresentarem soluções inovadoras a muitas empresas, e assim ter algum papel importante no desenvolvimento das suas economias».

De acordo com Engenheira Isabel de Oliveira Rebelo, Diretora de Inovação na ANA aeroportos, «o formato de procura de solução da InoCrowd permitiu disponibilizar à ANA uma variedade de propostas de soluções de elevada qualidade, demonstrando o grau de empenho dos participantes e dando, assim, garantia acrescida em relação ao formato usual de busca de soluções, normalmente limitado nas propostas».

Ana_Aeroportos

 

 



DESTAQUE_360_1-2

Pesquisar

Vídeos Taguspark

Taguspark em Notícia

Newsletter-4Trimestre2017_Pgina_1

Boletim Informativo
4º Trimestre 2017

» Saber mais

Redes Sociais

Copyright 2015, TAGUSPARK Todos os direitos reservados